Memórias de uma gueixa – Filme

0
1497

Esse filme pode ter vários ensinamentos, porém quero trazer a questão do feminino.

Ele mostra a história de Chiyo, uma garotinha que foi vendida na infância para uma casa de gueixas.

Gueixa significa artista. Uma artista que mostra a beleza, leveza nos movimentos, servir e receber.

É o desejo de muito homens ter um gueixa ao lado.
Pois é a mistura do mundo cinza e mecânico deles com o colorido e a leveza delas. Chamam atenção por onde elas passam.
É como se elas fossem algo a ser exibido.
Pois através delas eles podem sentir.

Chiyo recebeu umas moedas na rua, de alguém muito importante.
O valor era considerado alto, ainda mais pra quem não tinha nada, e o que ela fez?
Jogou todas em uma fonte e fez um pedido: se tornar uma grande gueixa.

Essa cena mostra o quanto ela tinha de fé dentro dela.

Sabendo que ia acontecer, ela fez o que estava ao seu alcance abraçando as oportunidades que iam surgindo.
E treinou bastante, pois ela começou tarde a “estudar” para ser uma gueixa.
As outras tinham a infância toda, ela tinha apenas alguns meses.

Chiyo se tornou Sayuri, a gueixa mais famosa da época.

É um treino diário.

No filme também tem competição, amores proibidos, importância do ciclo social, hierarquia.

Quando li o livro há muitos, ele foi lindo, e mexeu com vários sentimentos.
Quando eu vi que existia o filme, fiquei extasiada.
Claro que o livro é sempre melhor, mas super recomendo o filme.

Você já assistiu?
Quais aprendizados teve?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.