Lei do Pertencimento

0
1979

Lei do Pertencimento

Essa lei tem dois fatores muitos importantes: os excluídos e a lealdade.
Os excluídos: Onde muitas vezes carregamos algo de algum antepassado excluído. E, também, podemos atrapalhar nossa futura geração excluindo alguém no momento presente. Um parente usuário de drogas, por exemplo, algum tio que tomou um rumo diferente dos demais, um filho de outro casamento.

A questão é simples: Todos têm direito de pertencer.

Todo excluido quer ser visto. Enquanto ele não tiver no seu lugar no sistema, alguém vai carregar aquela dor, até para equilibrar o sistema (lei do equilíbrio). A lealdade: Muitas vezes por querer pertencer ao grupo, deixamos de ser felizes. Se o padrão familiar são casamentos mal sucedidos, então, em lealdade a família e querer pertencer ao sistema, a pessoa tende a repetir aquele padrão, buscando parceiros não compatíveis.

Essa lealdade pode vir de diversas formas, até em doenças físicas. Tudo para se sentir pertencente a algum padrão dos antepassados.

Na constelação fazemos movimentos de liberação deixando as dores das gerações passadas com eles e se liberando de carregar esse peso.

Por isso que a constelação é magica. Ela não trata apenas você, mas toda uma futura geração daquele padrão.

Está esperando o que pra se libertar e carregar apenas o que é seu?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.